Notícias

A visão na velhice

          

Quando se chega a uma idade maior que 60 anos é normal o aparecimento de algumas alterações, já que as estruturas oculares sofrem danos e desgaste com o passar dos anos. Por isso, a realização de exames oftalmológicos frequentes e a manutenção dos óculos adequados é importante.

 

           Depois dos 40, já começam a aparecer problemas oculares decorrentes do envelhecimento. O mais comum é a presbiopia, famosa vista cansada. Com o avanço dos anos, esse problema pode piorar, indicando, o aparecimento de outras doenças. Os problemas mais corriqueiros que podem afetar os olhos com idade avançada são:

 

Catarata: perda de transparência do cristalino, lente natural cuja função é propiciar o foco da visão em diferentes distâncias, podendo acarretar cegueira.

 

Glaucoma: grupo de doenças que afeta o nervo óptico e provoca a perda de células da retina. Caso não haja tratamento, pode inutilizar o disco óptico, atrofiando o campo visual e resultando em visão subnormal e até cegueira.

 

Retinopatia diabética: doença que afeta os pequenos vasos da retina, região do olho responsável pela formação das imagens enviadas ao cérebro. Pode ser prevenida pelo controle adequado dos níveis de glicose no sangue, caso contrário, existe o risco de cegueira irreversível.

 

DMRI (Degeneração Macular Relacionada à idade): doença degenerativa da retina que provoca perda da visão central e leva à cegueira.

 

           O aparecimento dessas doenças não prejudica apenas os olhos, mas também dificulta a prática de tarefas do dia a dia. Inclusive, estudos mostram que a principal queixa oftalmológica dos idosos é a vontade de retorno à leitura e escrita, mostrando a importância da comunicação e integração socioeconômica.

 

          É muito importante adotar hábitos de vida saudáveis para ajudar a evitar o aparecimento destes problemas. Converse com seu oftalmologista para se informar sobre qual deve ser a regularidade dos exames de rotina e busque informações que podem favorecer a sua saúde, como, por exemplo, alimentos bons para os olhos.

 

Fonte: http://guiadeoculos.com.br/

Confira as principais informações que a Mercadótica preparou para você!

Cadastre-se