Notícias

Até 2050, metade da população mundial poderá ser míope

Um estudo feito pela AAO (Academia Americana de Oftalmologia) está calculando e prevendo que metade
da população do mundo terá miopia até 2050.
 
 
 
 
O problema, que acomete pessoas de todas as idades, é um reflexo do uso excessivo de celular, tablets e computadores. Em países onde tais tecnologias foram inseridas na rotina há mais tempo (como Japão, China e Singapura), a miopia já é considerada uma epidemia, e sua incidência em jovens e adultos chega a 90%.
 
O crescimento significativo da doença nos países em que os aparelhos eletrônicos chegaram há mais tempo serve como um aviso para o Ocidente e a outras nações.
 
A miopia
 
A miopia é uma condição caracterizada por um distúrbio visual que impede o indivíduo de enxergar de longe com clareza. Quem tem miopia vê imagens desfocadas, já que o foco ocorre à frente da retina (incorretamente), fazendo com que a visão de tudo o que está mais distante seja percebida de forma turva.
 
Dentre os principais sintomas da miopia, é possível citar dores de cabeça, pestanejar frequente; visão turva e fadiga ocular ao fim do dia (famosa 'vista cansada'). O míope consegue enxergar algumas coisas à longa distância, porém tudo desfocado, seja uma paisagem, letreiros ou pessoas. O ato de forçar a vista para tentar enxergar é o que acaba causando as dores de cabeça, muito comuns entre quem sofre da condição.
 
A miopia, na maior parte das vezes, começa a dar os primeiros sinais já na infância, principalmente na fase escolar, quando a criança passa a ter contato com a leitura na lousa. Ao longo da vida, o grau de miopia tende a ficar instável e se estabiliza após os 20 anos de idade (aproximadamente).
 
A miopia no Brasil
 
De acordo com pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde, 35 milhões de brasileiros já podem ser considerados míopes. O censo realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostrou que as mulheres usam 35% a mais óculos do que os homens. Segundo o Instituto, isso ocorre devido ao uso de cosméticos e maquiagens, que facilitam o desenvolvimento de problemas de visão.
 
Tratamento dependerá do diagnóstico oftalmológico
 
No Brasil, ainda não há uma epidemia declarada de miopia, e por aqui os problemas de visão costumam ser detectados precocemente, dando início ao tratamento desde cedo. Graças ao diagnóstico precoce, tanto da miopia quanto de outros problemas de visão, as pessoas sofrem menos com os sintomas da doença.
 
A miopia representa uma alteração anatômica do olho e, no momento, não há uma forma oficial de se prevenir contra a condição. De toda forma, é imprescindível realizar o diagnóstico e, para isso, é fundamental ter acompanhamento anual de médico oftalmologista.
 
Dentre os tratamentos mais indicados está o uso de óculos ou lentes e, em determinados casos, procedimento cirúrgico para corrigir o grau. A realização da cirurgia dependerá de cada caso e do resultado de exames.
 
Apenas o profissional de oftalmologia pode indicar o melhor tratamento
 
Para ter a miopia diagnosticada e devidamente tratada, é preciso contar com apoio e auxílio de um profissional de Oftalmologia. Apenas o médico poderá indicar com certeza o melhor tratamento para cada caso, levando em consideração as especificidades de cada indivíduo.
 
Fonte:
Terra
 
Cadastre-se